Weby shortcut

Oficina integradora ProPet-Saúde: compromissos e contribuições do ProPet-saúde para mudanças na Graduação

Atualizado em 06/08/18 21:39.

Grupos de trabalho na oficina integradora realizada em 14.12.2013COMPROMISSOS E CONTRIBUIÇÕES DO PET SAÚDE PARA MUDANÇAS DA GRADUAÇÃO NA PERSPECTIVA DO SUS

 

 

            No dia 14 de dezembro de 2013 foi realizada a 2ª Oficina de Avaliação das atividades do PET SAÚDE sob a coordenação do PROPET Saúde, PROGRAD e grupo tutorial saúde mental. Os objetivos da oficina foram promover a integração dos grupos tutoriais e compartilhar as ações desenvolvidas; compreender a relação entre PRO E PET SAÚDE e levantar possíveis ações integradoras visando mudanças nos cursos de graduação da área de saúde na perspectiva do SUS.

Participaram da oficina: 08 tutores, 16 preceptores, 30 alunos, 1 representante  da PROGRAD, 2 da Escola Municipal de Saúde Pública/SMS, 3 membros da coordenação PRO PET Saúde, 1 coordenador de curso de graduação, 1 representante do NDE do curso de Biomedicina, totalizando 62 pessoas.

            A oficina ocorreu das 8:00 as 12:30 na Faculdade de Enfermagem/Faculdade de Nutrição, conforme programação anexa. Os participantes foram divididos em 3 grupos para discussão das seguintes questões:

  • Observação da realidade e seus nós críticos: o que fazemos? O que estamos fazendo na perspectiva da graduação? Quais as dificuldades? (dentro de cada grupo o representante do grupo tutorial apresentou a discussão feita previamente).

A partir das apresentações orais e textos elaborados pelos grupos durante a discussão, foram  construídas hipóteses de solução, respondendo as questões: O que podemos fazer para articular os pets? O que podemos fazer para favorecer as mudanças na graduação?

 Este relatório resume os resultados obtidos durante a oficina e as respostas às questões relacionadas à observação da realidade e seus nós críticos enviadas previamente a cada grupo tutorial para subsidiar a discussão.

 

 

CONSOLIDADO DA ATIVIDADE EM GRUPO

 

 

Atividades realizadas pelos grupos tutoriais PET:

Realização de diagnóstico a partir da estimativa rápida e definição de atividades

Formação dos agentes de saúde a partir de temas sugeridos por esses ou conforme a necessidade de cada projeto (educação integrada)

Desenvolvimento de atividades relacionadas ao PSE

Participação nos conselhos locais

Elaboração de material educativo (caderno de atividades educativas)

Atividades de educação em saúde com a comunidade, grupos específicos (gestantes, tabagistas...)

Estudos de casos trabalhados pelo programa do PET-SAÚDE através dos preceptores e alunos

Realização de  rodas ampliadas  tratando diferentes temas de saude mental

Metodologia problematizadora, aprender com a realidade vivida

Apresentando aos estudantes dos diversos cursos participantes do PROPET- saude uma visão mais ampla do SUS no cotidiano do serviço. As atividades realizadas abrangem a perpectiva do promoção da saúde e prevenção de agrvos, inclusive envolvendo etapas de planejamento junto aos gestores e demais servidores

Aprendizado da rotina do serviço

Reabilitação dos pacientes (HC)

Aplicação do questionário de itinerário terapêutico (HUGO)

Visão diferenciada entre um paciente com DPOC e pacientes comuns

Vivência de uma equipe multidisciplinar (trocas de experiências)

Diversificação do cenário de prática

Iniciação Científica (apresentação de trabalhos);

Realização da semana SUS usando rodas de aprendizados

Acompanhamento do atendimento na classificação de risco e sua realização juntamente com o  preceptor

Realização de diversos procedimentos

Notificação de agravos e doenças de notificação compulsória;

Construção de protocolos de assistência a serem usados em diversos âmbitos na Estratégia de Saúde da Família;

Acompanhamento de atendimentos nas Unidades móveis de suporte básico e suporte avançado do SAMU, realizando procedimentos de enfermagem quando necessário;

Assistência e auxílio em suturas e procedimentos médicos.

Participação em aulas teóricas para discussão de temas referentes à urgência e emergência

Realização de projetos de pesquisa

Humanização da atenção e conhecimento da rede de atenção a gestante na SMS

Desenvolvimento e apoio a trabalhos diversos na área de atenção a gestante nos níveis centrais e distrital da SMS

 

 

O que estamos fazendo na perspectiva da graduação?

A participação no PET permite uma visão ampliada para o professor, aluno e preceptor

Aluno com caráter diferenciado, pois em alguns cursos não existe ou existem poucas disciplinas relacionadas à saúde pública

Antecipação da atuação prática, criando facilidades para o estágio. Seria viável uma mudança na grade curricular do curso?

O bolsista pet leva a vivencia e com isso consegue compartilhar a realidade que ele vive

Enriquecimento do curso como um todo;

Autonomia do estudante, protagonista desse processo, traz o problemas para dentro da sala de aula. Levar suas especificidade ao todo.

Em alguns locais há integração do estudante da graduação com o aluno PET, por exemplo, nos distritos

(semana SUS) Como essa roda pode ser ligado ao um serviço juntamente com a  graduação;

Curso de Medicina: consolidação de disciplina criada em 2010 em decorrência do pro-pet saúde com avaliações muito positivas pelos acadêmicos ;  forte influencia do PROPET em toda a elaboração da proposta de  reforma curricular do curso em andamento.

Diversificação dos cenários de pratica ( UABSFS, DISTRITOS SANITÁRIOS, CENTRAL)

Conhecimentos sobre  modelo e rede de atenção, atividades diversas de gestão

Estimulo a iniciação cientifica e desenvolvimento de métodos ativos de ensino nos diversos cenários

Humanização da relação com a comunidade e profissionais do serviço aproximando o acadêmico do perfil previsto nas diretrizes  curriculares dos cursos de saúde.

 

As disciplinas não contam com o planejamento junto com os preceptores

Há visão segmentada entre graduação e trabalho do PET

 

 

HIPÓTESES DE SOLUÇÃO

 

 

O QUE PODEMOS FAZER?

 

Fortalecer a gestão

Promover discussão institucional. Criar um espaço de debate sobre um projeto institucional para a área da saúde da  UFG.

Participação da coordenação do PROPET em reuniões de CD nas UA,  reuniões NDE.

Realizar Rodas ampliadas “linkadas” com as unidades acadêmicas, assim como aconteceu com as unidades de saúde no ano de 2013

PETSaúde tenha estreita relação com Estágio. Todos os cursos tenha estágios integrados entre as profissões.

Capacitação dos NDE (retomar essa proposta do PROSAÙDE)

Proposta piloto de integração entre os cursos na UABSF Dom Fernando;

Fazer um Fórum de preceptoria uma vez que existem dois trabalhos de mestrado em ensino na saúde que vem fazendo esta discussão.

Utilização da Plataforma moodle para compartilhar as atividades de cada PET

Promover a integração dos atuais grupos tutoriais com o PET/RAS e PET/Vigilância

Apresentação do projeto em eventos como Conpeex em palestras gerais e não em reuniões específicas do PROPET como aconteceu no ano de 2013

Produzir um  documento (sugestão de livro) com base em relatórios e relatos de experiências dos grupos tutoriais. ou Publicação das experiências na Plataforma (“Varal de experiências”) ou alimentar a página no site da Prograd com relato de experiências

Criar atividades integradoras mensais entre os grupos PET, cada mês sob a responsabilidade de um grupo tutorial;

Ampliar a comunicação entre monitores,  preceptores e tutores entre os grupos tutoriais e “dar voz” aos monitores e preceptores

PRÓXIMOS PASSOS...

Encontros entre coordenadores de curso, membros NDE, tutores PROPET de cada curso, coordenação PROPET

Encontro em fevereiro durante a Semana Pedagógica (manhã e tarde) para planejamento das atividades de 2014 – sugestão: 26 de fevereiro.

Objetivo: a partir dos resultados da Oficina do dia 14 de dezembro propor ações para os cursos de graduação

Público: diretores, coordenadores de curso, membros NDE, coordenação PROPET, 1 tutor, 2 preceptores, 2 alunos de cada grupo tutorial.