Weby shortcut

Oficinas sobre Interprofissionalidade e avaliação de projeto: Beatriz Jhansen

Atualizado em 08/08/18 19:24.

Considerando o Projeto Propet-SAúde/UFG, propos-se um espaço de construção de conhecimento junto aos Cursos de Saúde envolvidos enfatizando a interprofissionalidade na formação de recursos humanos em saúde e a avaliação do mesmo.

O processo de formação de recursos humanos emMomentos das diversas oficinas sobre interprofissionalidade e avaliação de projeto Beatriz saúde envolve necessariamente três perspectivas: o planejamento, a execução e a avaliação. A avaliação responde diretamente aos objetivos propostos e ao seu processo de execução.

LUCKESI (2011) aponta que o ato de avaliar implica coleta, análise e síntese dos dados que configuram o objeto da avaliação, acrescido de uma atribuição de valor ou qualidade, que se processa a partir da comparação da configuração do objeto avaliado com um determinado padrão de qualidade previamente estabelecido para aquele tipo de objeto. O valor ou qualidade atribuído ao objeto conduzem a uma tomada de posição a seu favor ou contra ele. E o posicionamento a favor ou contra o objeto, ato ou curso de ação, a partir do valor ou qualidade atribuído, conduz a uma decisão nova: manter o objeto como está ou atuar sobre ele.

Nesse sentido o uso de escalas de percepção vem se constituindo um recurso de grande assertividade no processo avaliativo Ferreira (2004; 2013); Ferreira; Batista (2013); Ferreira et al (2012).

 

 

 

  1. Objetivos
  • Desenvolver um espaço de construção de conhecimento e proposta de implementação da interprofissionalidade como elemento norteador de um processo de ensino/aprendizagem na formação em saúde.
  • Construir coletivamente um instrumento de avaliação do projeto, baseado numa escala de percepção Likert, aplica-lo e analisa-lo.

 

  1. Metodologia e Planejamento

 

A construção proposta para atingir o primeiro objetivo será realizada na forma de oficina com o corpo docente e de preceptoria do projeto com o objetivo de compartilhamento das principais questões afetas ao processo de formação de recursos humanos em saúde numa perspectiva de formação Interprofissional, bem como de sua aplicabilidade nos cursos de graduação da UFG. 

Assim esta oficina terá como foco a problematização da interprofissionalidade como elemento constitutivo norteador do processo de ensino/aprendizagem à luz da formação para o Sistema Único de Saúde – SUS.

O trabalho será organizado a partir da construção coletiva sobre os aspectos operacionais necessários para a concepção, implantação e gestão das práticas interprofissionais na graduação e na educação permanente em saúde.

Na segunda oficina, será construído para fins de avaliação um instrumento de percepção Likert a ser aplicado junto ao corpo docente, discente e de preceptores, buscando evidenciar as potencialidades e desafios dos Programas Pró- Pet propostos pela UFG.  

Esta avaliação fornecerá subsídios para a continuidade da discussão sobre o processo de ensino/aprendizagem em saúde à luz deste conceito.

Desta forma teremos uma oficina de caráter conceitual sobre os aspectos constitutivos do referido Instrumento Likert com a construção coletiva das dimensões e respectivas asserções, caracterizando o processo de validação de conteúdo para consequente aplicação.

Por último, teremos uma terceira oficina para apresentação dos dados colhidos após validação estatística e análise quali-quantitativa dos resultados.

 

 

  1. Conteúdo Programático

Serão discutidos os seguintes tópicos:

  • Fundamentos da
  • A Interprofissionalidade como eixo estruturante do Sistema Único de Saúde – SUS.
  • A inserção de propostas de Educação Interprofissional nos currículos da área da saúde
  • O Instrumento Likert e seus elementos constitutivos
    • Desenvolvimento da validação de conteúdo
    • Validação estatística e análise dos resultados
  • Avaliação dos resultados
Listar Todas Voltar